• sistemas91007

Composição de Renda nos Financiamentos


Agora que você tomou a decisão de começar o planejamento para a compra do seu imóvel vamos ver o que é composição de renda para financiamento e como você pode utilizá-la.

Para ter seu financiamento aprovado é preciso demonstrar a sua capacidade de pagamento das prestações. No entanto, dependendo dos ganhos, é difícil ter a aprovação com apenas um salário. Assim, é comum adotar a composição de renda com outros membros da família.

Na pratica isso é a soma dos rendimentos de 2 ou mais membros da família. Por exemplo voe tem um rendimento de R$2000,00 (dois mil reais), sua esposa ganha outros R$1.500,00 (hum mil e quinhentos reais. Juntando as duas rendas a instituição financeira considera que a renda família é de R$3.500m00 ( treis mil e quinhentos reais). Facilitando a aprovação do crédito.

A seguir, veja tudo sobre a composição de renda e descubra como ela pode ajudar.


Existe alguma exigência?

Para compor a renda, o primeiro passo é observar as regras previstas. Em geral, cada instituição financeira estabelece obrigações e critérios específicos, então o contato inicial com nossos consultores é essencial.

No entanto, há algumas orientações gerais que devem ser avaliadas. Confira quais são as regras para considerar e tire as suas dúvidas.


Relação entre as pessoas

No caso da Caixa Econômica Federal, uma das principais financiadores de imóveis do Brasil, qualquer pessoa pode participar, isso quer dizer que você pode compor a sua renda com a da(o) namorada(o) ou com algum amigo. Em outros bancos, há a restrição para familiares com consanguinidade ou por afinidade (como sogra, genro, cunhado e assim por diante).

Regularidade cadastral

Para obter um financiamento, é normal que a pessoa tenha que apresentar um bom histórico de pagamento. Não ser inadimplente pesa a favor, já que a instituição não deseja correr riscos ao oferecer crédito.

Ao compor a renda, todos os participantes devem ter a regularidade cadastral, o chamado 'nome limpo'. Débitos abertos ou dívidas não quitadas são fatores que pesam na hora da aprovação de crédito.


Porcentagem de comprometimento da renda

Outra medida para evitar a inadimplência é o limite percentual de comprometimento de renda. Em média, só é possível comprometer até 30% da renda por mês.

Alguém que recebe R$ 2 mil, por exemplo, só pode comprometer até R$ 600 com a prestação. Então, na hora de elaborar a composição é preciso garantir que ninguém pague acima desse limite.

Essas condições se aplicam a todos os participantes, de forma completa. Então, se duas pessoas compuserem renda, mas uma estiver com o nome sujo ou o valor comprometer mais de 30% do orçamento, o financiamento pode ser negado.


Quais são as vantagens da composição de renda?

Maior facilidade na aprovação

Desde que todos cumpram as regras específicas do financiamento, a composição de renda aumenta as chances de conseguir a aprovação do banco.

Como o valor da renda é maior, há uma segurança extra para a instituição financeira. Então, alguém que não conseguiria comprar sozinho pode usar essa possibilidade como saída para se tornar um proprietário.


Aumento do total financiado

Quando várias rendas são unidas em um financiamento, a margem dos 30% também aumenta. No caso da soma de R$ 3 mil, o total da prestação poderá ser de até R$ 900. Esse é um valor maior do que os individuais para quem ganha R$ 1 mil ou R$ 2 mil.

Com a margem e a prestação ampliadas, o total financiado pode ser elevado. Isso significa que, graças à composição de renda, é possível adquirir um imóvel de maior preço.


Quais cuidados tomar com o processo?

Idade máxima

Para garantir o pagamento das parcelas, as instituições financeiras estabelecem uma idade máxima em que cada pessoa pode fazer um financiamento. Dependendo, o tempo de pagamento é reduzido, o que gera prestações mais altas.

Como todos estão submetidos aos mesmos critérios na composição de renda, a idade do mais velho será considerada. Ou seja, se duas pessoas, uma de 25 anos e outra de 45, se juntam para fazer um financiamento, será levada em consideração a maior.


Propriedade do imóvel

Atenção. Todos que contribuíram com recursos têm participação na posse do imóvel. Com a conclusão do pagamento, o bem ficará no nome de mais de uma pessoa.

Isso é muito importante porque, no final, se surgir o desejo de vender é preciso que todos tratem da decisão, por exemplo. Entre casais, um possível divórcio gera a separação de bens.

A composição de renda é uma alternativa para conseguir um financiamento que atenda às suas expectativas. Para que tudo corra com segurança, não deixe de considerar as regras e faça uma boa escolha!


Quer usar os ganhos conjuntos para comprar um imóvel? Então, entre em contato com nossos especialistas e veja como podemos ajudar!

Acompanhe as nossas postagens aqui no Blog e siga-nos no Facebook. Até breve!.

Conheça nossos empreendimentos

Um grande abraço.

EQUIPE MOTRIZ


4 views0 comments
logowixredondo.png

Av. Conselheiro Nébias,756 - 25º andar cj. 2522

Helbor Offices - Vila Rica - Santos/SP - CEP 11045-002  

(13) 99636-2641 

CRECI/SP 110510