5 erros mais comuns ao fazer um financiamento imobiliário

29/12/2020

O financiamento imobiliário, muitas vezes, é o instrumento que viabiliza a compra do imóvel dos seus sonhos. Dessa forma, entender como funciona e quais são as opções disponíveis dentro desta forma de pagamento é extremamente importante. Por isso, neste texto, separamos os 5 erros mais comuns que você deve evitar neste momento tão especial.

1. Deixar de pesquisar todas as alternativas de financiamento

O crédito imobiliário é um serviço oferecido por várias instituições financeiras. Cada banco ou financeira tem suas diferenças, o que faz com que uma boa pesquisa não possa ser deixada de lado. Lembre-se que deve identificar qual deles melhor se encaixa no seu perfil, nas suas necessidades e nas melhores oportunidades para o que você está procurando.

Os principais pontos de atenção são as taxas de juros e as condições exigidas por cada Instituição. Tire todas as suas dúvidas e fique atento a qualquer otimismo exagerado. Esta transação é uma forma de empréstimo com garantia. Portanto, você pode arriscar o seu bem se não cumprir as condições contratuais. Particularmente se ficar inadimplente. Você deve ficar atento.

2. Atrasar a entrega da documentação

A entrega dos documentos é uma etapa inevitável. Ela tem como objetivo permitir que a instituição financeira analise se você é um bom candidato para o financiamento do imóvel escolhido. Por conta disso, não levar a sério a lista de documentos exigida, ou o prazo de entrega solicitado ao banco, pode atrapalhar e até anular a compra.

Isto tudo porque, além da perda de credibilidade com a instituição, há o prazo de validade das certidões e a paciência do vendedor.

3. Deixar o planejamento financeiro para depois

Pensar na sua capacidade de pagamento e em quão comprometida sua renda pode ficar é primordial para que a quitação do financiamento aconteça. Deste modo, você deve analisar o quanto pode pagar por mês e como irá lidar com possíveis emergências futuras.

Além de tudo, não deixe de considerar as despesas extras. A compra do imóvel envolve não só o preço dele em si como também a documentação e os impostos, e eventualmente despesas com mudança e possíveis reformas.

4. Omitir ou adulterar informações quando for procurar por financiamento

Este é um erro tão grave que pode influenciar negativamente em tudo o que foi mencionado anteriormente. Além de ser uma conduta desonesta, a falsificação de documentos pode ser enquadrada como ato criminoso, com penas que envolvem reclusão. Mesmo quando isto tem como resultado a aprovação do financiamento, pode te causar consequências seríssimas.

5. Não ler atentamente o contrato

Este ponto também está relacionado à escolha da Instituição financeira. Ela precisa ser de confiança, e todos os benefícios, taxas e acordos devem estar não só muito bem esclarecidos, como refletidos no contrato. Assinar este tipo de documento sem uma leitura atenciosa pode prejudicar você, o vendedor ou ambos. Se possível, o ideal é que haja o acompanhamento de um advogado especializado.

Em nossa postagem Dicas para financiar um imóvel, temos mais informações sobre o assunto.

Qual dos seus amigos está buscado informação sobre financiamento imobiliário? Que tal dar uma forcinha para ele compartilhando essas informações?

Conheça nossos empreendimentos. Um grande abraço.

EQUIPE MOTRIZ